31/08/2009

O marido preguiçoso

Era uma vez uma professora que trabalhava muito. Ela tinha a virtude da diligência, que é o contrário da preguiça. Não se podia dizer a mesma coisa de seu marido, que adorava ficar em casa deitado, vendo televisão. Eles tinham uma filhinha de 3 anos de idade.

Uma noite, antes de sair para dar aula, pediu ao marido que tomasse conta da criança, que ainda estava doente e precisava de cuidados.

Logo que ela saiu, o marido, preguiçoso e comodista, que como sempre estava vendo televisão, pediu à criança que lhe trouxesse um copo de água em vez de ir ele mesmo pegar.

A garotinha, diligente como a mãe, trouxe rapidamente uma caneca de água para o pai, que bebeu tudo. Passado pouco tempo, ele novamente pediu à menina que lhe trouxesse mais água. Prontamente, a menina saiu em busca de água. Passados alguns minutos, o pai se deu conta de que a garotinha estava demorando muito a voltar com a água. Então, escutou um barulho de água e de caneca batendo e, a contragosto, levantou-se e foi ver o que estava acontecendo. Foi até a cozinha e a menina não estava lá. Então, voltando para a sala, percebeu que o barulho vinha do banheiro... Quando entrou, viu a menina tentando pegar um restinho de água que ainda restava no vaso sanitário, pois ela já tinha enchido uma caneca com a água dali e, agora, estava difícil encher outra... Foi então que o marido preguiçoso entendeu que havia bebido água suja, do vaso sanitário.

Autor desconhecido
Do livro: Valores Humanos – a revolução necessária
Izabel Ribeiro
All Print Editora

Sucesso!

André e Simone Calamita
http://www.recrutafacil.com/andreesi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vídeos Motivacionais

Loading...