21/03/2009

Separando o Joio do Trigo

O sistema de Marketing Multinível vem se expandindo gradativamente no Brasil e a tendência é crescer tanto quanto nos países mais desenvolvidos.

Novas empresas nacionais surgem todos os dias e as companhias estrangeiras estão de olho no Brasil como um bom território para suas atividades, sendo que algumas das maiores já estão operando por aqui.

Ocorre que, como em outros negócios que aqui aportaram, as coisas começam sem a existência de respaldo legal, ou de instrumentos jurídicos que protejam os envolvidos no negócio. Para se ter uma idéia, o sistema de Franchising que existe desde a década de 60 no Brasil, só foi regulamentado em 1994. Com o Marketing Multinível está acontecendo a mesma coisa. As companhias são criadas, ou aqui se instalam vindas de outros países, sem que exista um legislação específica que proteja os interesses das empresas e os direitos dos distribuidores.

Para se ter uma idéia da complexidade do assunto, nos Estados Unidos, onde o Marketing Multinível já é reconhecido como um negócio legítimo e é regulamentado, quando uma empresa quer se utilizar deste tipo de comercialização de produtos e/ou serviços, tem que se registrar e se ater a regras estabelecidas nos 53 Estados da união (sendo que, normalmente, cada Estado tem uma legislação específica, e por vezes diferente, sobre o assunto).

Apenas para levantar a questão, citaremos alguns aspectos que devem ser levados em consideração pelas empresas brasileiras, pois mais cedo ou mais tarde teremos leis rígidas norteando a atividade:

1 - Pagamento de comissões ou bônus pelo simples fato de recrutar pessoas — Este comportamento por parte das empresas pode se enquadrar como um sistema de pirâmide ou esquema Ponzi, que são ilegais. Para que o negócio se desenvolva da maneira correta, faz-se necessário que bônus sejam pagos SOMENTE quando bens/serviços sejam comercializados pela rede. O cuidado aqui é que algumas empresas oportunistas disfarçam suas pirâmides com algum bem ou serviço sem nenhum valor comercial, como por exemplo cartões de descontos, brindes, assinaturas, cursos, web sites ou um produto sem valor real. E/ou com cobrança de mensalidades.

2 - Venda de kits de cadastro a preços elevados - Os kits de cadastro devem ser vendidos a preço de custo aos que ingressam na empresa. De outro modo, a empresa estará lucrando com a simples venda de kits , prejudicando os que ingressam no negócio.

3 - Produtos e/ou serviços devem ter preços compatíveis com os de mercado - Além deste aspecto, os produtos devem ser de boa qualidade e não uma cortina de fumaça para encobrir os esquemas ilusórios. Uma dica simples de diferenciar o marketing multinível destas pirâmides financeiras é saber se o produto que está envolvido no negócio, é algo que você compraria independente de poder ganhar alguma coisa com isto. É um produto que lhe traz satisfação pelo seu uso? É um produto que você ofereceria sem menor dúvida para seus pais, e pessoas mais queridas?

4 - Falsos produtos que muitas vezes podem ser identificados pelo tipo de alegação presentes em seus rótulos, na propaganda e na literatura promocional ou nas apresentações ao público. Alguns indicadores desses produtos fraudulentos são alegações de "cura milagrosa" , "produto mágico" ou de qualquer resultado sem comprovação científica aceita. Estes produtos podem sofrer interdição na sua comercialização pela ANVISA ou outros órgãos governamentais.

5 - Devem ser evitadas informações enganosas sobre os ganhos dos distribuidores - Os ganhos devem ser sempre uma média dos auferidos pelos distribuidores em cada categoria e auditados. Ganhos de poucos distribuidores que auferem altos rendimentos só devem ser mostrados como exceção. Nunca como regra.

6 - Devem ser desestimuladas as compras de grande estoque de modo a se atingir níveis mais altos de qualificação (front loading) - Esta prática é nociva, principalmente quando incentivada junto a distribuidores novatos. A ênfase deve ser no auto-consumo e venda direta dos produtos ao consumidor final, até porque este é um caminho de duplicação que não depende da estocagem desnecessária de produtos.

7 - As empresas devem ter uma política de recompra de produtos não vendidos, pois, fatalmente, será obrigatório para todos no futuro (como já é no exterior). As empresas se comprometem a recomprar pagando 90% do valor do produto que não foi vendido/adulterado e que esteja dentro do prazo de validade, aplicando-se um desconto ao preço de recompra.

8 - As empresas ou lideranças reconhecidas devem dar treinamento aos distribuidores - Este é um ponto chave para o sucesso dos distribuidores e crescimento das empresas. Infelizmente, no Brasil isto ainda não é um assunto tratado de forma séria pela grande maioria das empresas. As empresas sérias tem normas rígidas para evitar que líderes oportunistas visem lucro com treinamentos.

9 - As empresas devem ter um código de ética e conduta no que diz respeito às atitudes de seus distribuidores - O distribuidor, ao assinar um contrato, deve antes ler e aceitar as normas e procedimentos e receber uma cópia do código. Assim a empresa poderá penalizar aqueles distribuidores que não seguirem tal código e, ao mesmo tempo, mostrará ao novo distribuidor sua seriedade nesta área. A maioria das empresas sérias no Brasil estão associadas à Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD) que rege o código de ética deste setor.

10 - A crítica a outras empresas não deve ser estimulada - Na intenção de atrair novos participantes, alguns distribuidores costumam fazer críticas a outros sistemas de Marketing Multinível para destacar suas oportunidades. Isto não apenas atrapalha toda a indústria, como fere padrões de ética nos negócios.

Antes de mais nada, pesquise como funciona o marketing multinível através de fontes seguras (livros, revistas e sites especializados). Fale com consultores que muitas vezes são citados nestas fontes seguras. Entre em contato com instituições e órgãos competentes, aqui no Brasil uma boa referência é a Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (www.ABEVD.org.br). Obtenha o máximo de informações. Afinal, você abriria um negócio próprio sem fazer as devidas pesquisas?

Não! Então comece já sua pesquisa!
Conheça o excelente plano de marketing da Inspiração Perfumes?
Clique aqui e apaixone-se pela Empresa brasileira que mais cresce em seu setor!


Inspiração Perfumes
faz parte da vida.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vídeos Motivacionais

Loading...