20/03/2009

Os Primeiros Passos São Sempre os Mais Difíceis


por Sergio Buaiz

“Claro que é preciso muito trabalho árduo e, na maioria dos casos, anos de esforço persistente para construir uma linha descendente tão grande e auto- sustentável. Muitos tentam e fracassam. Mas você não precisa de uma vasta linha descendente para começar a desfrutar de algumas vantagens essenciais do Marketing de Rede. Uma linha descendente de qualquer tamanho, não importa quão pequena ou pouco lucrativa, já deposita um poder excepcional em suas mãos. Proporciona a pessoas comuns (...) uma capacidade extraordinária de obter resultados maciços através de uma ação mínima.”
(Richard Poe)

Em Marketing de Rede, fala-se muito em renda residual, mas as pessoas não percebem um outro conceito: o trabalho residual. Se pararmos para pensar um pouco, veremos que a renda residual nada mais é que o resultado do trabalho residual, que nós conseguimos produzir na rede.

Não parece uma conclusão muito difícil de se chegar e nem significaria mudanças por si só, mas o fato é que vendo as coisas desta maneira podemos compreender melhor o fantástico “efeito borboleta”* — como diria Richard Poe — que faz a uma rede explodir de uma hora pra outra.

Isto também nos ajuda a compreender por que o início é tão difícil, tão demorado e perceber que a não compreensão deste detalhe é o fator predominante na desistência da maioria dos distribuidores.

De fato, quando estamos no início deste negócio, as dificuldades são as maiores possíveis e cada conquista deve ser comemorada com todo o entusiasmo (antes que me interpretem mal, não quero dizer que o negócio é muito difícil, e sim que ele é muito mais difícil no início do que após um ou dois anos de trabalho consistente).

Se você acabou de entrar, não quero que desanime. Muito pelo contrário. Quero que você perceba o grande segredo deste negócio e compreenda porque é tão importante vencer as dificuldades iniciais.

No início, apesar de todo o apoio da linha ascendente e todos os esforços da empresa para melhorar os serviços, você irá crescer única e exclusivamente a partir do seu trabalho individual de patrocínio e vendas.

Se você adoecer, se tiver atravessando uma fase difícil no trabalho ou se estiver no período de provas da faculdade, o seu negócio estará praticamente parado. Enquanto está sozinho, tudo o que você faz representa 100% do trabalho e 100% dos resultados gerados pelo seu negócio, ou seja, nesta fase você é absolutamente indispensável.

Agora pense no que pode acontecer quando você tiver um grupo de 100 pessoas. Imagine que você teve um pequeno problema com o carro e irá perder o dia contatando reboque, seguro e conserto.

Enquanto você está na oficina mecânica, quantas pessoas do seu grupo estarão telefonando para contatar novos distribuidores? Quantos estarão consumindo ou vendendo produtos da empresa? Quantos estarão lendo livros e escutando fitas? Quantos estarão tirando dúvidas com a linha ascendente?

Com 100 pessoas, você certamente ainda fará muita falta para o grupo, mas o seu trabalho individual já não representa 100% do trabalho necessário para fazer o seu negócio andar. Isto é trabalho residual.

Na medida em que o negócio cresce, sua participação individual representa menor peso para o sucesso da sua organização. Isto lhe traz maior segurança e liberdade.

Por tudo isto, você deve compreender a necessidade de aproveitar ao máximo o seu tempo de trabalho no início. Quanto mais rápido você vencer os primeiros degraus do negócio, mais rápido você começa a usufruir das facilidades do trabalho residual.

Um dia, quando a sua rede estiver bem desenvolvida, você terá segurança.

* POE, Richard. The Wave 3 Way to Building Your Downline. Prima Communications, Inc., 1997. Em português: Muito Mais Sobre Network Marketing. Tradução de Pinheiro de Lemos. — Rio de Janeiro-RJ: Record, 1997, cap. 1. Richard Poe recorreu à teoria que os cientistas chamam de “Efeito Borboleta” para falar sobre o incrível poder que as redes têm de obter “resultados maciços através de uma ação mínima”.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vídeos Motivacionais

Loading...