07/09/2009

Independência ou morte

Este foi o grito de liberdade que Dom Pedro disse às margens do Rio Ipiranga. Este grito é, para nós brasileiros, o grito da independência, o grito da liberdade. Como Dom Pedro, todos nós muitas vezes lutamos ou queremos a nossa independência para vivermos a vida e curti-la de muitas maneiras.

Procuramos a independência dos pais, da sociedade, da escola, ou seja, lá o que for que esteja tirando nossa liberdade. Muitos ainda querem viver independentes de Deus, criando para si regras próprias e viver uma vida sem limites, impondo sobre si mesmo a maneira que quer viver e achando que é livre deste jeito.

Vivemos numa sociedade que nos ensina a querer todas as coisas e o seu refrão é “Aqui você quer, Aqui você pode!” Mas será que isto é verdade? Você já parou para analisar se você é realmente livre?

Todos precisam ir à escola, têm que estudar se quiser passar de ano. Outros precisam trabalhar para pagar os estudos, comprar alimentos, roupas e quando possível se divertir. Então o que é ser livre – independente?

Jesus disse: “Conhecereis a verdade e a verdade te libertará” - João 8.32. Jesus Cristo é a verdade que nos dá a verdadeira liberdade. Isto não é uma falsa independência ou uma liberdade ilusória, mas uma total dependência Dele, pois Ele diz: “Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; pois sem mim, vocês não podem fazer coisa alguma” - João 14.5.

Se Jesus não estiver controlando toda a sua vida você não terá a liberdade e a independência que tanto procura. Não adianta gritar às margens do Ipiranga “Independência ou Morte” pois se você fizer isto só encontrará a morte e viverá eternamente afastado de Deus.

Quando eu era adolescente quis ser livre e curtir a vida do meu modo.

Tive problemas de relacionamento com meus pais e muitas vezes nós brigamos porque eles não me entendiam e não me davam a liberdade que eu tanto queria. Eles sofriam e eu também. Eu não percebia que o amor que eles tinham por mim era maior do que eu podia imaginar.

Somente mais tarde pude compreender isto, depois que os meus filhos nasceram. Hoje eles não estão mais aqui para eu lhes dizer o quanto os amava. Graças a Deus que Jesus me libertou dos problemas que eu tinha com eles e antes deles morrerem nós tivemos nossos relacionamentos restaurados e passamos bons momentos juntos.

Espero que neste Sete de Setembro você dê outro grito: “Senhor Jesus, eu dependo de Ti para viver eternamente”.

Que você possa entrar às margens do seu quarto e na beira da tua cama chamar Aquele que vai lhe dar toda a liberdade que você procura.

Porque somente Ele pode fazer isto: “O Espírito do Senhor está sobre mim, porque Ele me ungiu para pregar boas novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar LIBERDADE aos presos e recuperação da vista aos cegos, para libertar os oprimidos”. Lucas 4.18.

Pr. Rivelino dos Santos

Pense nisso


André e Simone Calamita

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vídeos Motivacionais

Loading...