19/03/2009

Pequenas e Médias Empresas: Quem Conduzirá o Negócio Amanhã?


É importante e recomendável que as empresas se preocupem em desenvolver pessoas que possam conduzir o negócio futuramente, o que deve ser feito de forma planejada e vislumbrando um futuro promissor.
Você, pequeno ou médio empresário, responda sem hesitar: quantos profissionais da sua empresa estão preparados para assumir um cargo de gerência caso surja a necessidade? Há algum funcionário capacitado para assumir funções que hoje são de sua responsabilidade? Com o crescimento da empresa – com certeza, você trabalha para que ela cresça – quem dentre seus funcionários ajudará a liderá-la e a conduzir o negócio? Se suas respostas para essas perguntas não foram muito favoráveis, é hora de começar a pensar no assunto.

É comum encontrarmos em pequenas e médias empresas o seguinte cenário. Os sócios a fundam e iniciam os trabalhos cuidando de tudo, da produção à gestão. Com o passar do tempo e o crescimento da empresa, funcionários são contratados para assumir cargos na produção e na administração (atendimento, contas a pagar e a receber, entre outros). A empresa se desenvolve, o número de clientes e de produtos (ou serviços) aumenta, e os sócios, que deveriam estar preocupados em gerir a empresa, atuando em questões estratégicas para garantir um futuro positivo, continuam envolvidos com a produção, o que ocupa grande parte do seu tempo.

As justificativas para isto são, quase sempre, as seguintes: “não há como nos desligarmos da produção, o cliente quer nosso envolvimento”, “não podemos deixar essas questões com nossos funcionários, precisamos estar presentes para tomarmos decisões” e, finalmente, “o custo para contratar alguém para cuidar desses assuntos é alto, não temos condições”.

De fato, a realidade da maioria das pequenas e médias empresas, muitas vezes, impede de contar com uma pessoa experiente para conduzir o desenvolvimento de produtos e serviços, bem como para cuidar de determinadas questões administrativas. Isso sem falar na dificuldade de se encontrar alguém que entenda realmente do negócio e que tenha condições de tomar decisões acertadas sozinho – e, claro, que a empresa tenha condições de pagar seu salário.

Liderança Sustentável

Devido a esses fatores, é importante e recomendável que as empresas se preocupem em desenvolver pessoas que possam conduzir os negócios futuramente. Este trabalho não deve ser feito somente diante da necessidade, mas sim de forma planejada e vislumbrando o futuro promissor da corporação.

A esse desenvolvimento interno de pessoas (funcionários), que conduzirão os negócios futuramente, damos o nome de Liderança Sustentável.

Promover a Liderança Sustentável é planejar o futuro da organização e realizar ações que preparem os colaboradores para assumirem cargos de liderança. Mais do que isso, é garantir que a empresa continue traçando seus objetivos e conte com pessoas que trabalharão para alcançá-los.

Uma das grandes vantagens da Liderança Sustentável é que se passará a contar com pessoas que, além de preparadas para assumir cargos de liderança, já possuirão conhecimento sobre o negócio, sobre a maneira de conduzir a empresa e já estarão inseridos na cultura organizacional.

O processo, portanto, deve ser contínuo e fazer parte da estratégia da empresa: análise da necessidade de líderes, identificação de potenciais líderes entre os funcionários, treinamento e desenvolvimento, atribuição de novas funções e alinhamento com os objetivos da empresa.

No entanto, é importante ressaltar que para se entrar nesse ciclo de líderes formando líderes é necessário planejamento; isto é, identificar todas as variáveis envolvidas no processo, como pessoas, treinamento, forma de condução, período de seleção de líderes, análise de desempenho, retenção dos talentos, entre outros. Além disso, também é necessário ter consciência de que o resultado é percebido com o tempo, e não de forma imediata. De qualquer forma, é necessário agir agora para colher bons frutos no futuro.

Finalmente, não se trata de um modismo ou simplesmente de um incentivo para o comprometimento do funcionário com a empresa, mas sim de uma ação em prol do futuro da organização. As pequenas e médias empresas que desejam crescer – e também, claro, as empresas dos demais portes - precisam agir hoje com os olhos no amanhã.

Identificar, planejar e preparar aqueles que ajudarão a conduzir o negócio da sua empresa é se estruturar para o futuro e se organizar para o sucesso.

Bruno Sampaio possui dez anos de experiência em empresas de tecnologia, comunicação e educação, é sócio-diretor da Intelliplan Consultoria Empresarial, atuando principalmente com empresas de pequeno e médio porte nas áreas de estratégia e inteligência de mercado.


Conheça a Empresa brasileira que mais cresce em seu setor!

Inspiração Perfumes

faz parte da vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vídeos Motivacionais

Loading...