26/01/2009

"Protegendo-se" da boa sorte



A boa sorte é um fenômeno real e presente, que norteia todo aquele que se predispõe a experimentá-la. No entanto, a generosidade divina parece disponibilizá-la também àqueles que não aprenderam a desenvolver esta mesma expectativa, os céticos e descrentes.


Somos, sem dúvida alguma, responsáveis pelo nosso destino terreno através de nossas escolhas. A riqueza e a pobreza também são escolhas. Obviamente, o ser humano não pode escolher sua origem, nem o berço, por vezes humilde, de uma família desprovida de recursos econômicos, onde eventualmente tenha sido concebido. Até este momento, não há como interferir. Ninguém é responsável por nascer pobre e vivenciar uma infância infeliz, cheia de privações e necessidades. No entanto, é inteiramente responsável por conservar esta situação na idade adulta e manter-se infeliz.

Não importa a idade que o adulto apresente, nem a situação econômica que disponha. O que importa é o momento que ele decide arregaçar as mangas e agir. Mudar a vida e o destino é simples (eu disse simples, não fácil! E difícil não quer dizer impossível!).

Quando nos propomos a ser bem-sucedidos de fato, e isso se torna não um simples anseio, mas um desejo ardente, uma obsessão avassaladora, acontece algo fantástico e inexplicável: o universo põe-se em movimento. Desencadeia-se externamente um fenômeno cósmico que potencializa nossas ações e nossas forças, e como por mágica, as coisas começam a acontecer. Podemos rotular este fenômeno com uma palavrinha bem simples, de apenas duas letras, pequena no tamanho, mas gigantesca no significado chamada FÉ!

Não adianta dizer que tem da boca para fora e desenvolver lá no fundo, bem no íntimo, a consciência de que não tem sorte, de que não é digno de merecê-la e que o azar sempre estará por perto rondando, que ele tarda, mas não falha. Isto é suicídio! Se você sempre espera pelo pior, logrando a má sorte, acredite: ela não o desapontará!

Desconhecer esses princípios tem ceifado de muita gente uma vida plena de felicidade, realizações e, claro, muita boa sorte. É preciso aprender a cultivar uma expectativa positiva da vida e aprender rápido, pois os anos passam e a vida junto com eles.

Não temos todo o tempo do mundo para nos darmos ao luxo de ir empurrando com a barriga, sem pressa, deixando para amanhã o que podia ter sido feito hoje, ou ontem, como iniciar a mudança por exemplo.

Algumas pessoas, ou melhor, muitas pessoas parecem desenvolver uma incrível habilidade de construir um "Escudo Protetor Contra a Boa Sorte". É verdade! As oporutnidades pairam ao seu redor e elas simplesmente fogem delas. Mas, não pense que é tão simples assim se livrar delas (das oportunidades). Elas são "duras na queda", são persistentes, muito mais do que deveriam. Dão uma 2ª chance, 3ª... 4ª... não desistem facilmente de perseguir as pessoas, por mais que fujam. Querem ajudá-las a serem felizes, a realizar seus sonhos, mas por uma estranha razão elas as repelem.

No entanto, ninguém é invencível, nem as oportunidades! E muitas pessoas conseguem ser ainda mais eficientes na questão de fugir, de se "proteger", de se "desvencilhar" delas e acabam por vencê-las. As oportunidades, por sua vez, seguem seu curso e procuram outra porta para bater. Quem sabe desta vez há um sortudo à espera?

Certas pessoas preferem manter-se "seguras", na área de conforto de seu mundinho medíocre e limitado. E lá continuam sua rotina, reclamando da falta de dinheiro, do governo, do aumento do combustível, do custo de vida em geral e, principalmente, de como o mundo é injusto com elas. De qualquer forma, se manterão firmes na crença de que um dia Deus vai ajudá-las e que as coisas irão melhorar, mais cedo ou mais tarde, mesmo que elas se mantenham passivas.

É claro, nunca é demais fazer também uma "fezinha" na Loteria. E assim esperam... esperam... esperam, sentadas, acomodadas. E lá permanecerão assistindo a vida passar, questionando principalmente sua incrível falta de sorte!

por Rogério Verinaud

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vídeos Motivacionais

Loading...