27/11/2008

Pescando no aquário

MLM: Estratégia
por Rogério Verinaud



A tarefa de prospectar, por exigir persistência, constância e disciplina, acaba por provocar em algumas pessoas (aquelas que não possuem em grandes doses essas virtudes) uma pré-disposição para procurar atalhos, maneiras mais fáceis e menos estressantes para arrebanhar novos candidatos ao seu negócio.

E para que o trabalho possa se tornar ainda mais brando, eles miram em distribuidores de outras companhias para se pouparem também da tarefa de ensinar e treinar.

E ignorando a ética e o bom senso, se infiltram em reuniões de oportunidade de outras empresas com o único propósito de aliciar seus distribuidores. Chegam como quem não quer nada e, na primeira oportunidade, distribuem cartões ou folhetos descaradamente, sem qualquer pudor. Práticas como esta são condenáveis e contribuem para uma formação negativa da opinião pública. Especialmente daqueles que estão se iniciando neste mercado e, logo de cara, já se deparam com técnicas que (graças a Deus!) não são utilizadas pela maioria, pelos verdadeiros líderes e profissionais do nosso mercado.

Como espectadores desses episódios, os novatos tendem, ingenuamente, a considerar como normal este tipo de procedimento e acabam (com ou sem malícia) por duplicar, prostituindo ainda mais o mercado. Isso se dá porque o exemplo tem muito mais força que a palavra. Não adianta dizer para o novato: "Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço!" Pois ele fará exatamente o que você faz.

Uma das primeiras lições que aprendi quando ainda criança foi a que diz: "(...) Nunca faça aos outros o que você não gostaria que fizessem com você." Por isso, antes de invadir as reuniões de outros grupos com o objetivo de "pescar no aquário", é importante meditar um pouco e se imaginar do outro lado da situação. Será que o inverso nos seria agradável?

Há um equívoco dos profissionais que adotam esta linha de conduta. Grandes candidatos para a indústria do Multinível, talentosos líderes podem ser encontrados fora desta indústria, no mercado tradicional. Muitos deles ainda não foram descobertos e permanecem ocultos, passivos, aguardando serem pescados num reservatório muito maior que o "aquário" da outra empresa. Por isso, além de repudiante, é totalmente dispensável e desnecessária a utilização desta técnica.

Quando se utiliza a conduta correta de prospecção, há uma forte tendência daqueles que aderiram ao projeto modelarem este líder, seguindo assim seus passos e seu estilo de trabalho. Se um líder é mesquinho e anti-ético, ele certamente perderá um a um aqueles seguidores que não compactuam de suas estratégias, dando lugar assim a outros que se simpatizarão e compartilharão de suas ações e métodos. Afinal, semelhante atrai semelhante.

Felizmente, como estamos em um País democrático, a democracia também paira sobre o Network Marketing, possibilitando a cada cidadão a liberdade de escolha. Mesmo se aproximando para conhecer um negócio multinível, atraído por esta ou aquela "isca", num segundo momento é possível investigar melhor, com calma e a fundo a oportunidade, e todas as peculiaridades do negócio, e assim também o nível de ética da liderança, permitindo desta forma eleger ou não aqueles com quem se associará, caso tome a decisão.

Para ser bem-sucedido neste negócio, é necessário primeiramente se sentir bem com o que faz. É preciso sentir orgulho da empresa e de sua política de trabalho. É preciso gostar e usar os produtos ou os serviços oferecidos por ela e propagar sua proposta com alegria e entusiasmo. É preciso "vestir a camisa" e não sentir medo ou receio de "dar a cara a tapa" por ela, se preciso for. É preciso ser um Empreendedor Profissional do Network Marketing, simplesmente um Pescador Ético!

Rogério Verinaud é Publicitário e Empreendedor Líder de Marketing Multinível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vídeos Motivacionais

Loading...